Bananas angolanas em Portugal

Nova Agrolíder faz também criação de gado e no total emprega quase 4.000 trabalhadores em Angola, incluindo expatriados portugueses.
O grupo angolano Nova Agrolíder iniciou esta semana a exportação para Portugal de banana produzida na província do Bengo, num primeiro lote de 20 toneladas, mas que poderá vir a ter um ritmo semanal.
“Este é um teste, esperamos que corra tudo bem. Depois poderemos carregar até 10 contentores [com 20 toneladas cada] por semana, queremos vir a exportar grandes quantidades de bananas”, afirmou João Macedo.
Trata-se da segunda empresa angolana a anunciar a exportação de banana angolana para Portugal, depois de a fazenda agroindustrial Bacilin, no Culango, província de Benguela, ter enviado em maio um lote de 17 toneladas, o primeiro carregamento desta fruta de Angola para a Europa em mais de 40 anos.
Com fazendas distribuídas pelas províncias angolanas de Luanda, Bengo, Cuanza Sul e outra em projeto na Huíla, o grupo Nova Agrolíder já produz 60.000 toneladas de banana por ano, entre cerca de 150.000 toneladas de frutas, hortícolas e cereais, lançando-se agora em força no mercado de exportação.
Angola vive uma forte crise financeira, económica e cambial decorrente da quebra nas receitas petrolíferas, tendo o Governo angolano lançado em janeiro de 2016 um programa de diversificação da economia que passa pela redução das importações e aumento da produção interna, também para exportar, sendo a agricultura uma das principais apostas.
“Já exportamos uma pequena quantidade de banana para a República Democrática do Congo, mas agora queremos apostar mesmo na exportação. Para Portugal, para já, foi só banana e depois teremos outros produtos, como papaias, mangas, abacaxi, maracujá, entre outros”, explicou ainda João Macedo, um empresário português radicado em Angola.

Exit mobile version