Dia da Independência de Moçambique assinalado no Espaço Talante em Lisboa

Por Revista Comunidades

Centro cultural terá programação especial inteiramente dedicada ao país, no dia 25 de junho, com mostra de esculturas, fotografias, poesia e música.

Moçambique comemora, no próximo sábado, 47 anos de independência e o início das relações com Portugal a assinar o reconhecimento após quase 10 anos de guerra.

Para assinalar a efeméride, “o Espaço Talante juntou-se a alguns artistas moçambicanos para homenagear essa data tão importante para a história do país, com uma programação a preencher o dia inteiro com muita arte no segundo andar da livraria Ler Devagar, na LX Factory”, refere a curadoria num comunicado enviado à Revista Comunidades.

“Vai ser um dia que abre a possibilidade de novas ocupações no Espaço Talante, ampliando e apresentando diferentes manifestações culturais desse país-irmão em diferentes momentos do espaço”, explica na nota a curadora Ciça Castello.

O escultor Makonde Ntaluma, que tem obras espalhadas por diversos países do mundo como China, Portugal, Estados Unidos, entre outros, “trará um pouco da sua arte para o Centro Cultural junto com o fotógrafo Sérgio Santimano, que desde 1992 leva sua arte aos quatro cantos do mundo, em especial, mostrando a reconstrução de Moçambique após a guerra”, uma exposição que estará patente no Espaço, entre as 10 e as 22h00 de sábado.

No programa está também previsto um recital de poesia e música com a declamante de poesia Elsa de Noronha, a performance Queen Lariuskus e a dupla de artistas Venâncio Calisto e Sheila Jesuíta, com início às 18h00.

Ao longo do dia, será exibido um filme com imagens de Moçambique, promovido pelo Ministério da Cultura do país. Quem passar pela LX Factory no próximo dia 25 vai encontrar ainda, no andar de baixo da livraria Ler Devagar, uma “seleção especial” de livros com autores moçambicanos.

O Espaço Talante, que abriu portas em maio último, é um centro cultural direcionado para artistas de língua portuguesa e foi criado com o objetivo de reunir diferentes manifestações artísticas oriundas de Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial e Moçambique.

Exit mobile version