Emigrante português no Rio de Janeiro condecorado com Medalha de Mérito das Comunidades

Na sua última visita ao Brasil, a Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, condecorou, com a Medalha de Mérito das Comunidades, no grau “Ouro”, José Germinal Queiroga Monteiro, “como testemunho de apreço e reconhecimento”.

Segundo Berta Nunes, “o provedor da Irmandade do Santíssimo Sacramento do Santo António dos Pobres e Nossa Senhora dos Prazeres, José Monteiro, apoia não só os portugueses, mas também as pessoas necessitadas”.

“Esta é também a força da comunidade portuguesa que soube integrar-se e que soube abrir-se a toda a comunidade brasileira”, sublinhou a governante.

José Queiroga reiterou que, apesar das dificuldades encontradas, “ajudar o próximo é um sentido de missão”.

“Foi com muita alegria que recebi esta medalha, indicação do Irmão da Nossa Irmandade, o cônsul-adjunto de Portugal no Rio de Janeiro, João de Deus, e acredito que seja o reconhecimento deste trabalho voluntário que realizamos na Irmandade ao longo de 20 anos”, referiu o homenageado.

“Este trabalho começou em 1811 pelos nossos antepassados para ajudar os pobres que, naquele tempo, pouco tinham ou nada tinham. Num país rico como o Brasil, temos um povo pobre”, frisou Queiroga, que revelou ser “um trabalho cansativo, onde existem alturas “em que dá vontade de desistir”, mas, “quando vemos o sorriso no rosto dos nossos idosos assistidos dá-nos entusiasmo para continuar a missão”, salienta.

“É bom chegarmos à noite cansados, mas saber que amenizamos um pouquinho da fome, das dificuldades deste povo sofrido, que é o nosso povo do Brasil. Esta homenagem, acredito, chegou no tempo certo, mas tudo na vida vale a pena”, frisou José Queiroga.

A entrega da medalha aconteceu no passado mês de outubro, nas instalações da Casa dos Açores do Rio de Janeiro, durante a deslocação da comitiva portuguesa ao Brasil.

Exit mobile version