Espanha promove feira universitária dedicada a alunos do Brasil e dos PALOP

Espanha realiza, entre hoje e amanhã, uma feira virtual que visa promover as suas universidades junto dos alunos brasileiros e dos países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP).

Esta feira, denominada “Estudar na Espanha”, é realizada em formato virtual para facilitar o acesso a todos os alunos do Brasil e dos países lusófonos de África interessados em estudar naquele país.

No total, 18 universidades públicas e privadas espanholas apresentam uma ampla oferta académica através nos seus stands virtuais.

“O objetivo da feira é a divulgação do potencial de Espanha e da sua rede de instituições de ensino superior como destino preferencial e de qualidade para alunos de diversos países”, indicou a Embaixada espanhola em Brasília.

O evento, que decorre entre esta quarta e quinta-feira (28), é da responsabilidade do Serviço Espanhol para a Internacionalização da Educação (SEPIE), vinculado ao Ministério das Universidades, em colaboração com o Escritório de Educação da Embaixada de Espanha no Brasil, o Instituto Cervantes, o Instituto de Turismo de Espanha (Turespaña) e do ICEX (Espanha, Exportação e Investimentos).

“Os alunos que visitarem esta feira terão uma oportunidade única de obter informações em primeira mão sobre as universidades participantes, bem como programar encontros privados com as diferentes instituições presentes, e tudo isto através de uma plataforma virtual que recria com perfeição a experiência do visitante numa feira presencial”, acrescentou a Embaixada, frisando que “a inscrição é gratuita”.

De acordo com os dados divulgados pelo organismo, o Brasil é um dos países americanos com maior nível de investigação e crescimento no número de matrículas universitárias, com “quase 8,5 milhões de alunos no ensino superior”.

Os focos de interesse dos estudantes brasileiros que escolhem Espanha são os programas de doutoramento ou duplo mestrado, com parte dos estudos num país e a sua conclusão em outro, especialmente os que conferem dupla graduação.

Em 2020, Espanha recebeu mais de 4.440 alunos, de acordo com as estatísticas de internacionalização da educação universitária do Ministério das Universidades espanhol.

Exit mobile version