EUA. Congressista do vale central da califórnia apresenta resolução em homenagem a Aristides de Sousa Mendes

O congressista Jim Costa, co-presidente do “Portuguese American Caucus”, e representante do décimo-sexto distrito da Califórnia, apresentou uma resolução bipartidária, em homenagem à vida e legado de Aristides de Sousa Mendes, o diplomata português que salvou a vida de cerca de 30.000 pessoas do terror do Holocausto.  

“Aristides de Sousa Mendes foi um grande herói da Segunda Guerra Mundial e acredita-se que tenha conduzido ao maior resgate efetuado por um único indivíduo durante o Holocausto”, referiu o congressista.

“Ele seguiu a sua consciência e arriscou tudo para salvar milhares de pessoas e o seu ato de heroísmo inspira-nos a proteger a dignidade dos outros, especialmente daqueles que procuram refúgio”.

A resolução (H.Res. 807) apresentada por Jim Costa é complementar à (S.Res.186), apresentada pelo senador Mitt Romney (UT) e aprovada pelo Senado por consentimento unânime em abril.

Esta resolução é co-patrocinada pelos Representantes Bill Keating (MA-09), Jim McGovern (MA-02), Lori Trahan (MA-03), Jake Auchincloss (MA-04), Juan Vargas (CA-51), David Valadao (CA-21), David Cicilline (RI-01) e Scott Peters (CA-52).

Aristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches foi o cônsul português estacionado em Bordéus, França, durante a Segunda Guerra Mundial. Apesar das limitações estritas no processamento de vistos para refugiados, Sousa Mendes emitiu quase 30.000 vistos portugueses para judeus franceses e outras pessoas vulneráveis ​​que fugiam da perseguição nazista em 1940.

Em 1995, o Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, concedeu postumamente ao diplomata a maior honra de Portugal, o título honorífico Grã-Cruz da Ordem da Liberdade. A 19 de outubro de 2021, Aristides de Sousa Mendes foi homenageado com uma placa no Panteão Nacional devido aos feitos que realizou durante a Segunda Guerra Mundial.

Exit mobile version