Festival Rota das Letras junta mais de 50 escritores em Macau

O evento reúne autores provenientes de todo o mundo, inclusivamente de vários países lusófonos, como Portugal, Brasil, Moçambique e Cabo Verde. José Rodrigues dos Santos é um dos exemplos.

A sexta edição do Festival Literário de Macau – Rota das Letras começou ontem e decorre até 19 de março, juntando autores internacionais, do universo lusófono e chinês, num programa com mais de 100 eventos, incluindo exposições, filmes e concertos, e que além de sessões para o público em geral também vai às escolas.
Este ano o programa passa pela ficção chinesa contemporânea, bem como pelo romance histórico, poesia, ensaio e literatura infantil, entre outros. A banda desenhada é um dos destaques, incluindo uma exposição do cartoonista português radicado em Macau, Rodrigo de Matos.
Entre os vários autores lusófonos convidados fazem parte os portugueses José Rodrigues dos Santos, Raquel Ochoa, João Morgado e Bruno Vieira do Amaral, a brasileira Natália Borges Polesso, o guineense Abdulai Silá, a moçambicana Deusa d’África, o cabo-verdiano Abraão Vicente e a são-tomense Inocência Mata, esta última atualmente a viver em Macau.

Exit mobile version