Roberta Metsola eleita presidente do Parlamento Europeu

A maltesa sucede a David Sassoli e vai presidir a instituição até 2024.

Roberta Metsola, do Partido Popular Europeu (PPE), foi eleita em Estrasburgo, França, presidente do Parlamento Europeu para a segunda metade da legislatura, até 2024, sucedendo no cargo ao italiano David Sassoli, falecido na semana passada.

Na votação realizada esta terça-feira de manhã, Metsola obteve 458 votos entre 616 votos expressos, superando por larga margem a maioria absoluta de que necessitava (309), anunciou o eurodeputado português Pedro Silva Pereira, que dirigiu o ato eleitoral enquanto segundo vice-presidente da assembleia.

Metsola frisou que “a primeira coisa que (vai) fazer como presidente do Parlamento Europeu é pensar no legado de David Sassoli”, que “foi um lutador, lutou pela Europa e por este parlamento. Ele acreditava no poder da Europa e na sua capacidade de seguir um caminho especial no mundo”.

É apenas a terceira mulher a ser eleita para o cargo, depois das francesas Simone Veil (1979-1982) e Nicole Fontaine (1999-2002).

Roberta Metsola sucede ao italiano David Sassoli, que faleceu a 11 de janeiro aos 65 anos e cujo mandato terminava esta semana.

A eurodeputada assume o cargo para um mandato de 2 anos e meio.

Exit mobile version