Três jovens aspirantes a cientistas portugueses ganham prémio da UE

Sara Ribeiro Couto, Klára Sofia Varga e João Carlos Pereira Carvalho, do Colégio Luso-Francês do Porto, com o seu projeto Atmos, no domínio do Ambiente, ganharam o prémio JRC do 32.º Concurso da UE para Jovens Cientistas (EUCYS), sendo convidados para uma visita de dois dias ao Centro Comum de Investigação, em Ispra, Itália.

Os primeiros prémios foram atribuídos a projetos da Alemanha, Bulgária, Espanha e Ucrânia, que receberão prémios pecuniários.

Entre os muitos temas de investigação apresentados este ano contam-se a computação quântica, células solares inovadoras e uma investigação estatística sobre os estereótipos de género nas crianças dos 5 aos 7 anos.

O Concurso da UE para Jovens Cientistas foi criado pela Comissão Europeia em 1989 para incentivar a cooperação e o intercâmbio entre jovens cientistas e dar-lhes a oportunidade de serem orientados por alguns dos investigadores mais proeminentes da Europa. Procura igualmente incentivar os jovens a estudar ciência, tecnologia, engenharia e matemática e a prosseguirem uma carreira nesses domínios.

Este ano, participaram 158 jovens cientistas promissores, com idades compreendidas entre os 14 e os 20 anos e provenientes de 34 países.

Os estudantes apresentaram 114 projetos diferentes a um júri internacional de cientistas de renome, presidido por Attila Borics, da Academia das Ciências da Hungria.

Os vencedores partilharam um montante total de 93 000 euros em prémios, repartidos entre os 18 prémios principais, bem como outros prémios, como visitas a algumas das organizações e empresas mais inovadoras na Europa.

Foram anunciados numa cerimónia na Universidade de Salamanca, Espanha, após um concurso virtual de dois dias. Mais informações AQUI.

Exit mobile version