Unicef em Portugal apoia regresso seguro de alunos à escola em Timor-Leste

Unicef em Portugal apoia regresso seguro de alunos à escola em Timor-Leste

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, em Portugal, lançou um apelo de emergência para ajudar 6,5 mil crianças em Timor-Leste a atingir três metas de biossegurança na escola após a pandemia.

A iniciativa procura angariar fundos para melhorar acesso à água potável, saneamento e higiene em 30 colégios rurais; pelo menos 40% dos centros educativos timorenses não têm acesso à água e sabão.

Com um total de 153 mil euros, a agência quer apoiar o acesso regular à água nas escolas, garantir instalações permanentes para a lavagem das mãos e que todos os alunos e professores tenham sabão no país de língua portuguesa, no sudeste da Ásia.

Menina de Timor-Leste mostra a plataforma online que usou para estudar enquanto sua escola esteve fechada, devido à nova pandemia de coronavírus

O apoio do Unicef em Portugal e parceiros levará instalações de água potável, saneamento e higiene para alunos de 30 escolas rurais timorenses como parte do Programa Wash in Schools.   A prioridade é ajudar estabelecimentos em alto risco de Covid-19 nos municípios rurais de Díli, Bobonaro e Covalima.

Para a diretora-executiva do Unicef em Portugal, Beatriz Imperatori, o alvo é “uma comunidade escolar específica, para que tenham condições básicas de higiene” garantindo a segurança dos seus alunos e a continuidade da educação.

A iniciativa quer facilitar ainda o acesso à água segura, porque muitas crianças têm que percorrer longas distâncias, carregando baldes todos os dias.   A representante da Unicef diz que Portugal e Timor-Leste “têm uma relação especial”, e a iniciativa sinaliza “amizade, confiança e afetividade”.

Exit mobile version