Vacinados cerca de 500 membros da comunidade lusófona de Toronto

Cerca de 500 membros da comunidade de expressão portuguesa foram vacinados no sábado contra a Covid-19 numa clínica temporária no bairro de Davenport, em Toronto.

Em clima de festa, com música em português e pastéis de nata, o Centro Comunitário de Saúde do bairro Davenport–Perth, com a colaboração da vice-presidente da Câmara Municipal de Toronto, Ana Bailão, e de vários voluntários, vacinou centenas de pessoas, com mais de 12 anos, com a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

“Estamos em pleno junho, o mês do Património e da Herança Cultural Portuguesa reconhecido pelas autoridades do Canadá. Aproxima-se o 10 de junho, o Dia de Portugal. Não há melhor forma de celebrar do que criar facilidade para as pessoas de expressão portuguesa obterem a sua vacina contra a Covid-19”, disse à Lusa Ana Bailão.

Alguns dos candidatos a receberam a vacina, tiveram mesmo de esperar várias horas, numa clínica que funcionou entre as 10h00 e as 18h00 (entre as 15h00 e as 23h00 em Lisboa) de sábado.

Conceição Sousa, na companhia do marido, Emanuel, tiveram de esperar mais de duas horas, para receberem a primeira dose da vacina, mas para este casal “valeu pena”.

“É importante sermos vacinados devido a esta pandemia global. É uma maneira de recuperarmos a autoestima após este confinamento. Se tivéssemos de esperar o dia inteiro, não tínhamos nenhum problema”, disse.

Já Cláudio Costa afirmou ter respondido ao apelo das autoridades sanitárias “cumprindo o dever em comparecer para levar a vacina”. “Estou a fazer a minha parte, porque só assim vamos conseguir superar. A vacina vai ajudar a voltar um pouco à normalidade”, sublinhou.

A vereadora municipal de Toronto eleita pelo círculo eleitoral de Davenport sublinhou ainda o objetivo da iniciativa de “incentivar e motivar” as pessoas na comunidade portuguesa a receberem a vacina.

Com o modelo provincial na marcação das vacinas a basear-se através de um sistema ‘online’ e por telefone, que não favorece a faixa etária mais idosa, estas clínicas de vacinação temporária “facilitam todo o processo”, salientou.

Mais de dois milhões de habitantes de Toronto já foram vacinados contra a Covid-19 e 70% receberam pelo menos uma dose da vacina.

Exit mobile version