Vai um cafezinho? A dica do Masterchef para um sabor suave e perfeito

café

O portal Bright Side divulgou uma dica do Masterchef para conseguir um café ainda mais delicioso. E sim, ao que parece é possível fazer um café perfeito com um truque muito simples, que provavelmente desconhece.

Segundo a publicação, basta acrescentar uma pitada de sal e de canela no pó ao café: “ajuda a deixar o sabor mais suave, enquanto a canela serve para realçar o aroma do café e aumentar a sua vitalidade”.

O que nos diz, vai experimentar?

10 benefícios do café para a saúde

Sabia que uma rotina saudável começa com um café?

O café, além de ser delicioso, faz muito bem para a saúde. O café pode ser um aliado na luta contra doenças como câncer, Alzheimer, depressão, stress e diabetes. Além disso, essa deliciosa bebida ajuda na digestão e até rejuvenesce as células do corpo.

Esses são alguns dos benefícios que um café especial pode representar para a sua saúde quando consumido diariamente. Num passado não muito distante, a ciência ocupou-se em entender e esclarecer alguns mitos que envolvia o grão. Essa busca resultou em diversas conclusões que quase ninguém imaginava.

O Dr. Darcy Lima, autor do livro 101 Razões para tomar café, foi o pioneiro nos estudos dedicados à nossa bebida favorita. Seguidamente outros pesquisadores e médicos como o Dr. Bruno Mahler Mioto do Instituto do Coração de São Paulo (InCor) dedicaram anos para compreender a complexidade e a real relevância para a saúde.

Foi descoberto, por exemplo, que o café tem potássio, zinco, ferro, magnésio e diversos minerais em pequenas quantidades além da cafeína. Ainda possui aminoácidos, proteínas, lipídeos, açúcares e polissacarídeos. Segundo o site da ABIC, o principal segredo é que o café possui uma enorme quantidade de polifenóis antioxidantes, chamados ácidos clorogenicos (que também ajudma na perda de peso).

Os benefícios são tantos, que decidimos listar alguns:

1 – Evita o Cancro

Segundo o site Saúde Dica, a incidência do câncer da mama, cancro da faringe e oral, próstata, fígado e esofágico pode ser evitada com a ingestão de pelo menos uma chávena de café por dia. Por ser rico em antioxidantes, antes referidos, ajuda a evitar a degradação e alteração das células, prevenindo, assim, o surgimento de mutações que podem resultar em tumores. Café é rico em antioxidantes

2 – Alivia o Stress

Num estudo feito simultaneamente nos Estados Unidos, Portugal e Brasil ficou comprovado que o café e sua cafeína ajudam a melhorar o humor, aliviar o stress e ainda garante mais desempenho no tempo de reação, memória e raciocínio.

A pesquisa foi realizada com ratos e nessa experiência, os animais passaram por situações stressantes como banho gelado e inclinação na gaiola. Durante três semanas, metade deles bebeu água com cafeína e a outra metade bebeu água normal. Depois desse tempo, notou-se que os que consumiram apenas água normal apresentavam níveis alterados de stresse, percetíveis quimicamente no cérebro e no comportamento. Os animais cafeinados não apresentaram alterações.

O estudo ainda não é conclusivo, mas os cientistas acreditam que houve um bloqueio de recetores que causam o stress ao ingerir a cafeína.

3 – Rejuvenesce

Não é de hoje que o poder rejuvenescente do café é explorado principalmente pela indústria de cosméticos. Marcas como Natura, Avon e Attrato apostam nas substâncias antioxidantes do café verde para melhorar ainda mais a eficácia de seus produtos. Inclusive, a marca Kapeh dedicou-se única e exclusivamente no café para desenvolver diversos produtos no seu portfólio.

Todo este interesse dá-se pela presença de muitos componentes do grupo dos polifenóis e antioxidantes (responsáveis por atrasar o processo de envelhecimento e o aumento da esperança de vida). Além de ajudar na saúde, os extratos do grão verde são os mais utilizados na produção de cremes anti rugas.

4 – Estimula a Digestão

Mesmo sendo um sucesso absoluto depois do almoço, poucos sabem que o café é recomendado para estimular a digestão. De acordo com o Dr. Darcy Lima, a bebida estimula os intestinos, o reflexo do estômago e do retosigmoide (parte final do intestino grosso), aumentando assim o movimento gastrointestinal e facilitando a digestão.

5 – Diabetes

Ficou comprovado que os ácidos clorogénicos e trigonelina alcalóide presentes no café ajudam na redução de glicose e insulina. Segundo a experiência realizada na Escola de Saúde Pública de Harvard (Harvard School of Public Health / HSPH), pessoas que aumentaram o consumo de café por dia num período de quatro anos tiveram um risco 11% menor de desenvolver o diabetes tipo 2. Para aqueles que diminuíram o consumo da bebida, registrou-se um aumento de 17% para desenvolver a doença.

6 – Depressão

Outra descoberta do Dr. Darcy Ribeiro foi o efeito positivo do café na luta contra a depressão. Ficou comprovado que a incidência da doença é menor entre adultos e crianças que tomam até quatro chávenas de café por dia (quando comparado com as pessoas que não tomam café ou uma menor quantidade).

7 – Café Emagrece

A grande responsável por estimular e aumentar o desempenho em exercícios físicos é a cafeína. Além desse estímulo extra, o café ajuda na liberação de ácidos graxos da gordura acumulada no corpo, em termos mais simples, a queima de gordura.

8 – Osteoporose

Houve-se um tempo em que médicos e nutricionistas julgavam o café e a cafeína como os vilões da osteoporose. Acreditava-se que a bebida impedia a absorção do cálcio no organismo, enfraquecendo assim os ossos. O Dr. Darcy Lima, porém, comprovou há pouco tempo que tudo isso se trata de um grande engano.

Segundo um seu artigo publicado “O cálcio tem seu metabolismo rigorosamente controlado por uma série de hormônios e vitamina (vitamina D), de forma que dos 1.200 mg que ingerimos diariamente, apenas 300 mg são absorvidos. Caso precisemos de mais cálcio, o intestino apenas aumenta sua absorção. O consumo moderado de cafeína não causa osteoporose em idosos nem aumenta o risco de fraturas”, explica.

9 – Alcoolismo e Drogas

Assim como o café pode ajudar no combate da depressão, pode também inibir o alcoolismo e o consumo de drogas. A conclusão foi feita pelo Dr. Darcy Ribeiro, que afirma que os ácidos clorogênicos e os quinídeos formados na torra adequada do café podem até ser mais importantes que a cafeína na bebida e de grande ajuda na prevenção e controle da depressão e suas consequências como suicídio e o alcoolismo, uma forma lenta de suicídio e suas consequências, como a cirrose.

É importante entender que muitos medicamentos contra essas doenças contam com medicamentos com propriedades antagonistas opióides, como o naltroxone e o nalmefene. E o café possui naturalmente potentes antagonistas opióides como os quinídeos formados na torra do café a partir dos ácidos clorogênicos.

10 – Café faz bem ao coração

Segundo a pesquisa realizada no InCor em parceria com o Consórcio Pesquisa Café, da Empraba Café, não existem evidências de que o café faça mal para pessoas com problemas no coração.

O estudo, que começou em 2009 na Unidade Café e Coração (localizada no Instituto do Coração), analisou o comportamento e os resultados de uma bateria de exames feitos periodicamente em mais de 100 pacientes que tomavam café.

Exit mobile version