Notícias

Incêndio em fábrica de tintas em Palmela já está dominado

Bombeiros conseguem controlar chamas em fábrica no Pinhal Novo

O incêndio que deflagrou durante a tarde desta segunda-feira numa fábrica de tintas na freguesia do Pinhal Novo, no concelho de Palmela, já foi dominado e decorrem agora trabalhos de rescaldo e vigilância. Segundo revelou o segundo comandante dos Bombeiros Voluntários de Palmela, Tiago Carvalho, em declarações à RTP, durante a noite irão manter-se no local duas equipas para fazer a vigilância.

Proteção Civil avalia risco de queda do edifício

No local, esteve também a Proteção Civil para fazer a avaliação do risco de queda do edifício e a área será isolada. Ainda de acordo com a mesma fonte, a fábrica onde deflagrou o incêndio estava encerrada desde…

Moradores próximos obrigados a abandonar casas

Seis pessoas foram obrigadas a abandonar as casas em que vivem e um alojamento local por se encontrarem em risco, em Carrazeda de Ansiães, no distrito de Bragança. Mais de uma centena de operacionais estão a combater o fogo que deflagrou esta segunda-feira. O alerta foi dado às 16h03 e no local estavam, pelas 18h30, 127 operacionais, apoiados por 36 meios terrestres e três meios aéreos. Entretanto, o incêndio está praticamente controlado. O fogo obrigou à retirada, por precaução, de um casal de idosos e várias pessoas que se encontravam no alojamento local na aldeia de Felgueira, na freguesia de Pinhal…

Esforços concentrados no combate ao incêndio e proteção das populações

Os bombeiros concentraram-se desde o início do incêndio em tentar evitar que as chamas se propagassem a outras áreas da fábrica e às habitações próximas. A rápida atuação dos operacionais permitiu controlar o avanço das chamas e garantir a segurança das populações afetadas pelo fogo. Além disso, foram utilizados diversos recursos para combater o incêndio:

  • Mais de uma centena de operacionais;
  • 36 meios terrestres;
  • Três meios aéreos.
Leia também:  Greta Gerwig explica fala final de Margot Robbie em Barbie

Danos materiais ainda estão sendo avaliados

Apesar do sucesso na contenção do incêndio, os danos materiais causados serão significativos. A avaliação completa dos prejuízos deverá ser realizada nos próximos dias pelas autoridades locais, Proteção Civil e Bombeiros Voluntários de Palmela. É importante ressaltar que a fábrica onde ocorreu o incêndio estava encerrada desde…

Investigação sobre as causas do fogo

As autoridades competentes estão investigando as causas do incêndio na fábrica de tintas em Palmela. Ainda não há informações concretas sobre o que teria originado o fogo, mas as hipóteses mais prováveis serão analisadas nos próximos dias.

Ações preventivas para evitar novos sinistros

Com o objetivo de prevenir futuros incidentes similares, a Proteção Civil e os Bombeiros Voluntários de Palmela realizarão inspeções na área afetada pelo incêndio, bem como nas áreas adjacentes, para identificar possíveis riscos e tomar medidas de prevenção adequadas. Entre as ações previstas, destacam-se:

  • Inspeções periódicas nas instalações da fábrica;
  • Capacitação de funcionários em procedimentos de segurança contra incêndios;
  • Implantação de equipamentos e sistemas eficientes de combate a incêndios.

É fundamental a colaboração de todos os envolvidos na prevenção e combate aos incêndios, desde as autoridades locais até os moradores, com o objetivo de garantir a segurança das populações e a preservação dos bens materiais.

Fontes

  • https://www.noticiasaominuto.com/pais/2380784/incendio-que-deflagrou-em-fabrica-de-tintas-em-palmela-ja-esta-dominado
  • https://rr.sapo.pt/noticia/pais/2023/08/14/incendios-fogo-em-carrazeda-de-ansiaes-leva-a-retirada-de-varias-pessoas-de-habitacoes-em-perigo/342861/